domingo, 2 de agosto de 2009

UMA REAL FANTASIA NUMA FALSA REALIDADE

Encalhadas numa realidade meramente mesquinha, Mantêm-se as fantasias de outrora, nem luz de sonho A acompanhar a alma, que caminha em mim, mas sozinha...
---
A tempestade dos sentidos que inoportunamente se avisinha, Chega prá lá da delineada e imponente hora marcada, Real fantasia na falsa realidade, tornou-se ventura minha...
---
Encalhado em tudo que é falso, pesa-me a realidade, Como barco que nunca atracou no devido porto, Como grito dado, mas nunca ouvido, na dor real da saudade ...
---
Paulo Alves

2 Um momento seu...:

Paty disse...

Rôooooo
amei o poema, lindo demais...

Flor disse...

Gostei imenso do blog...
adorei o poema :)
beijinhos